JM Online - Mobile

Uberaba, 17 de outubro de 2018

Play Store App Store

GERAL

topo

Diagnóstico precoce do câncer infantil pode salvar vidas

Uberaba, 13 de favereiro de 2018

 Em 2018, 12,5 mil novos casos de câncer infantil devem ser diagnosticados no Brasil, indica o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Com a atenção dos pais e responsáveis a alguns sintomas comuns e assistência médica adequada, a doença pode ser identificada ainda no início, aumentando as chances de sucesso com o tratamento adequado. Em 80% dos casos, há chances de o câncer ser vencido.

De acordo com o Inca, os tipos mais comuns de câncer em crianças e adolescentes são a leucemia, que afeta os glóbulos branco, células que atuam na defesa do organismo; do sistema nervoso central; linfomas (no sistema linfático); neuroblastoma (no sistema nervoso periférico); tumor de Wilms (nos rins); e retinoblastoma (na retina).

Alguns dos sintomas de câncer são comuns em outras infecções frequentes na infância, como gânglios inflamados no pescoço e manchas roxas. Os pais, alerta a oncologista Isis Magalhães, diretora técnica do Hospital da Criança de Brasília José Alencar, não devem entrar em pânico, e os profissionais de pediatria devem estar preparados para identificar e diferenciar os sintomas de câncer, que apresentam comportamento diferente do normal.

“A leucemia afeta a medula óssea, a fábrica do sangue. Assim, os sintomas que aparecem são de falência de produção de sangue: a criança fica anêmica sem explicação, com uma frequência de infecção diferente e pode apresentar sangramentos e manchas roxas. Mas é diferente de hematomas na perna, por exemplo, porque são manchas em lugares não habituais”, explica.

No Hospital da Criança de Brasília, são recebidos entre 180 e 200 novos casos por ano. A quimioterapia dura em torno de dois anos, e os cuidados com a saúde da criança duram mais cinco anos após o tratamento.

Diferentemente do câncer em adultos, não é possível realizar medidas preventivas, como exames de rotina e suspensão de hábitos como o cigarro. O câncer infantil tem crescimento rápido e não costuma ser localizado, mas tem maior chance de cura. “Nossa maior arma é o diagnóstico precoce, para que a criança esteja em melhores condições para iniciar o tratamento”, afirma a especialista.

Fique do olho nos seguintes sintomas que podem indicar câncer:

- Palidez, hematomas, sangramento e dor óssea

- Caroços e inchaços, em especial quando indolores e sem febre

- Inchaço na barriga

- Dores de cabeça persistentes e vômitos

- Perda de peso sem explicação

- Falta de ar ou tosse persistente

- Mudanças nos olhos, como perda visual e hematomas

 

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Saúde, do Inca e da Agência Brasil

Versão clássica do JM Online
Institucional
Ir para o site Rádio JM 730
Telefone: (34) 3331-7900 - Fax: (34) 3321-8200
Todos os direitos reservados
Jornal da Manhã - 2015